O Colégio

Formação Trilíngue

O sucesso alcançado por nossos alunos nos testes de Cambridge* e DELE** comprova a excelência acadêmica do ensino trilíngue.

* Certificação de domínio do idioma inglês.
** Certificação de domínio do idioma espanhol

Estudos comprovam que aprender uma segunda língua aumenta o poder do cérebro e a capacidade mental da criança.
(pnas.org/content/109/20/7877.abstract)

Além disso, um estudo da Université de Provence, na França, mostra que crianças bilíngues tendem a ser mais focadas nas tarefas e a ter maior capacidade de concentração porque, para diferenciar os dois idiomas, elas precisam estar mais atentas à aula.

Ao pensar o ensino bilíngue pelo viés da alfabetização, entende-se que, para a criança, um mesmo objeto terá dois sons, duas escritas e um mesmo significado. Considerando o cérebro em formação, isso tem um significado importante: trabalha a questão do "outro" desde cedo – outras culturas, outros modelos de vida

Crianças bilíngues mostram mais capacidade de resolver problemas lógicos e matemáticos pela estimulação intelectual que o bilinguismo exige.

Nosso currículo bilíngue inicia na Educação Infantil. O idioma inglês é utilizado de maneira permanente. Além de desenvolver as quatro habilidades básicas da linguagem - leitura, escrita, audição e fala - empregamos meios para propiciar a aprendizagem de forma lúdica, participativa e envolvente com projetos, histórias, peças de teatro, participação em debates, oratória e declamação.

Trilinguismo

Do fundamental II até o ensino médio nosso currículo fica trilíngue, com a introdução do ensino do espanhol, de forma a aumentar ainda mais as possibilidades e capacidades de nossos alunos para garantir que tenham as competências necessárias para interagir com o mundo ao seu redor. Desta forma preparamos nossos alunos para fazerem Universidade em qualquer um dos três idiomas ensinados no colégio.

No idioma espanhol, nossos alunos são preparados para atingir o nível C1 da certificação DELE (Diploma espanhol como língua estrangeira) durante os anos iniciais do Ensino Médio. O nível C1 é o segundo maior nível do certificado, e o nível exigido pelas boas universidades de língua espanhola para aceitar alunos estrangeiros.

Outras informações:
http://saopaulo.cervantes.es/es/diplomas_dele/informacion_diplomas.htm

No idioma inglês, nossos alunos são preparados para atingir o nível FCE (First Certificate in English) do certificado Cambridge já no 1ª ano do Ensino Médio. Esse Certificado comprova que nossos estudantes conseguem usar o inglês escrito e falado para trabalhar ou estudar. E essa língua é usado como comprovação de habilidades em inglês nas melhores instituições de ensino do mundo.
http://www.cambridgeenglish.org/br/exams/first/

No Ensino Médio, alguns de nossos colégios* oferecem classes AP (Advanced Placement) - um programa do College Board** que oferece matérias e provas de nível universitário para estudantes do Ensino Médio. Alunos que obtiverem boas pontuações nessas matérias podem aproveitar os créditos em diversas faculdades e universidades americanas e internacionais.

**www.collegeboard.org

Além disso, em alguns países, nossos alunos podem se submenter ao SAT dentro da própria escola já que somos uma das instituições acreditadas pela College Board** para aplicar esses testes. O SAT é um exame educacional padronizado nos Estados Unidos aplicado a estudantes do Ensino Médio, que serve de critério para admissão nas universidades norte-americanas (semelhante ao Exame Nacional do Ensino Médio brasileiro, embora as universidades não se baseiem somente nas notas dos alunos para aprová-los)

Academias de Linguas e Intercâmbio

Mais do que ensinar idiomas, aqui proporcionamos experiências de vida. Seja em um castelo na Irlanda, em um antigo hotel no meio dos alpes suíços, ou em qualquer outra localidade, as academias de línguas e intercâmbio Everest oferecem experiências únicas, que marcam para a vida inteira.

Com uma rede de academias de língua e intercâmbio entre as mais prestigiadas do mundo, o Everest possibilita aos alunos experiências únicas e inesquecíveis. Seja na Suíça, na Irlanda, ou nos Estados Unidos, os estudantes estarão cercados da melhor qualidade de ensino.

Nossas academias de idiomas oferecem summer camps (em julho), para alunos de 8 a 15 anos. São diversas oportunidades de experiências inesquecíveis com duração de uma a quatro semanas.

Além dos summer camps, as academias oferecem oportunidade de intercâmbio semestral ou anual para alunos do Ensino Médio em ambiente seguro, com profissionais altamente qualificados e sempre com a mesma pedagogia e filosofia Everest.

Em um mundo cada vez mais globalizado, mas ao mesmo tempo mais perigoso, as academias Everest são oportunidade perfeita para proporcionar experiências magníficas. Os alunos têm oportunidade de viver em ambiente de imersão na língua inglesa, de conhecer e conviver com jovens de várias nacionalidades, experimentar a vida em outro país, conhecer diferentes culturas e participar dos mais variados tipos de atividades. Além do ambiente acadêmico de excelência, há possibilidades de viagens e atividades culturais com o objetivo de proporcionar ricas e inesquecíveis experiências.

Seja esquiar na Suíça, na Áustria ou nos Estados Unidos, participar de uma audiência papal em Roma, conhecer Paris, Londres, Barcelona e outras capitais da Europa, conhecer Washington, Nova Iorque e diversas outras cidades americanas - todas essas experiências estão acessíveis aos alunos durante o ano de intercâmbio, com a segurança e a certeza de que seu filho está sob os cuidados de uma das mais prestigiadas instituições de ensino do mundo.

Além do português, inglês e espanhol que aprendem em nossos colégios, as alunas têm oportunidade de aprender francês em uma das academias de línguas mais prestigiadas do mundo - Le Châtelard- e viver experiências inesquecíveis incluindo cursos de culinária do renomado Le Cordon Bleu**.

Saiba mais sobre nossas academias:
EUROPA
http://www.ecolechatelard.ch/ 

http://dublinoakacademy.org/

http://www.woodlands-academy.org/
ESTADOS UNIDOS
http://www.oaklawnacademy.org/ 

http://www.overbrookacademy.org/

http://everestinternationalprogram.com/

** https://www.cordonbleu.edu/paris/home/en

Formação Multicultural

“...conhecer outras pessoas e outras culturas nos faz sempre bem, nos faz crescer. E por quê? Porque se nos isolamos em nós mesmos, só teremos o que temos, não poderemos crescer culturalmente; mas se formos ao encontro de outras pessoas, culturas, modos de pensar e religiões, sairemos de nós mesmos e começaremos a aventura tão bonita chamada diálogo”

Papa Francisco

Aqui nossos alunos aprendem que são filhos de um mesmo Deus e cidadãos do mundo. Aprendem características de várias culturas e a valorizar o que existe de bom em cada uma delas, ficando abertos a todas as oportunidades que o mundo poderá lhes oferecer.

Mais do que aprender outros idiomas, o ensino multicultural se firma na crença de que, sendo filhos de um mesmo Deus, diferentes culturas e costumes são pequenas demonstrações da infinidade de capacidades e características do ser humano. A abertura às diferentes culturas se reflete na abertura aos demais aspectos. É o atendimento ao chamado de Cristo de amar ao próximo.

O ser humano é, por natureza, um ser envolvido pela cultura em que foi criado. Nossos valores, nosso modo de agir, de pensar, nossos medos e desejos são, em grande parte, influenciados pela cultura que nos rodeia. A cultura ajuda a formar nossa identidade, como nos vemos e com quem nos identificamos. É tão importante que até mesmo Deus se molda a ela ao longo da história. Deus se apresenta de diferentes formas ao longo do velho testamento até a culminância de sua apresentação definitiva na pessoa de Jesus. É possível essa constatação nas diferentes manifestações de veneração à Nossa Senhora que, mesmo sendo uma, tem diferentes tipos de imagens associadas a ela. Negra, índia, branca, asiática, grávida, mãe etc. - Nossa Senhora se apresenta em cada cultura na forma que seria melhor compreendida e aceita por seu povo e em determinada época.

Neste sentido, a Igreja Católica é o berço da sociedade multicultural. Os discípulos de Cristo não faziam discriminação de raça, cor, religião. Em Pentecostes, os povos e as línguas do mundo estavam unidos na Igreja. A Igreja sempre esteve no seu melhor quando permaneceu fiel ao chamado à diversidade e ao multiculturalismo. Durante séculos, o multiculturalismo distinguiu a Igreja de todas as demais instituições e culturas

Eventualmente, assumiria o nome de católica, um adjetivo-virado-substantivo, precisamente por causa dessa inclusiva "Universal", e dava as boas-vindas a todos os povos, todas as nações e línguas.

“...que as instituições acadêmicas católicas não se isolem do mundo, mas saibam entrar intrepidamente no areópago das culturas contemporâneas e estabelecer um diálogo, consciente do dom que podem oferecer a todos”

Papa Francisco

Hoje, mais do que chamado, opção ou vontade pessoal, o multiculturalismo é uma realidade. Em um mundo cada vez mais conectado, o fenômeno da sociedade multicultural, que se torna cada vez mais multiracial, multiétnica e multirreligiosa, traz consigo não só enriquecimento, mas também novos desafios.

Nossas crianças têm o grande desafio de reconhecer o que há de bom em cada pessoa e construir sobre essa base. A essência do multiculturalismo é a habilidade de celebrar com o diferente de forma que transcenda todas as barreiras.

Essa será uma característica essencial no futuro, e trabalhamos para a que nossos estudantes desenvolvam as capacidades de forma que saibam acolher as diferenças e potencializar as similaridades e se tornem verdadeiros agentes de transformação no mundo.

“... e qual é a atitude mais profunda que devemos ter para dialogar e não altercar? A mansidão, a capacidade de encontrar as pessoas, de encontrar as culturas com a paz; a capacidade de fazer perguntas inteligentes: mas por que pensas assim? Por que esta cultura é assim? Ouvir o próximo e depois falar. Primeiro ouvir, depois falar. Tudo isto é mansidão. Se tu não pensas como eu - sabes... penso de outro modo, não me convences - mas somos amigos à mesma; ouvi como tu pensas e tu me ouviste como eu penso”

Papa Francisco

Por isso, no Everest, sempre adaptamos nosso modelo educativo à cultura local. Não divulgamos nem promovemos a cultura de um país específico, mas construímos sobre a base da cultura local, valorizando o que cada país tem de melhor, sempre buscando um nível internacional de excelência e qualidade. Infelizmente a educação brasileira tem obtido notas ruins em todos os testes internacionais de que participa. O Brasil está atrasado em relação à educação de ponta. Por isso, apesar de adaptado à realidade brasileira, nossa base curricular segue critérios dos países com melhor nível de escolaridade e educação.

Seguimos sempre o calendário escolar do pais onde estamos. Comemoramos os feriados brasileiros e incentivamos a imersão dos alunos na cultura de nosso País, para que conheçam e valorizem os aspectos positivos dela. Incorporamos, em nosso dia a dia, elementos positivos de outras culturas para que os estudantes se enriqueçam e experimentem. Por meio de academias de idiomas e intercâmbios, incentivamos que tenham as mais diversas experiências culturais em ambiente seguro e saudável.

No Brasil ou no mundo, um aluno Everest estará preparado para cursar as melhores universidades.

Trabalhamos sempre com a realidade de cada pais. No Brasil, sabemos que o vestibular é uma etapa fundamental da vida dos alunos. Por isso, o currículo foi adaptado para assegurar que os estudantes tenham condições de ingressar em universidades e cursos que escolherem.

Sabemos que muitos dos discentes vão optar por cursar universidade fora do Pais, e por isso nossa formação bilíngue, nosso currículo de nível internacional e nossa metodologia de ensino possibilitam acesso a qualquer universidade do mundo.

Além disso, os alunos Everest que optarem por universidade fora do Brasil receberão, de nossos parceiros, todo apoio e auxílio necessário para a realização do processo.

Mas os estudantes estarão prontos não apenas do ponto de vista acadêmico. Eles estarão prontos para viver e experimentar uma nova cultura, com a formação humana plenamente desenvolvida. Queremos que, ao sair de nosso Colégio, nossos alunos estejam prontos para o mundo que os espera e precisa deles